Como dominar o orgasmo feminino

São várias revistas que abordam o conceito do orgasmo feminino, tão intimidante como importante de aprender e de entender. Estas revistas e artigos podem ter algum sucesso na educação das mulheres mais novas. Infelizmente, todas elas abordam o ponto de vista das mulheres, não dando espaço de aprendizagem aos homens.

Os homens seriam capazes de matar para ler um artigo que abordasse a perspetiva deles. A sorte está do vosso lado. Já não correm o risco de ir parar à prisão. Leiam e aprendam.

O confuso mundo do corpo feminino

A anatomia da mulher torna-se ainda mais complicada graças às numerosas diferenças que apresenta em relação ao corpo do homem. Não, você não precisa de nomear o iVillage como seu herdeiro universal, um simples agradecimento basta. Tem agora entre as mãos tudo o que precisa para navegar com sucesso e alcançar o esquivo orgasmo feminino.

Compreender o corpo feminino

Aprender e compreender tudo o que há para aprender e compreender em relação ao corpo feminino por vezes implica saber o que deve perguntar, e não aquilo que deve saber. Você deve saber que sensação consegue provocar. Como provocar orgasmos múltiplos. Você pode ainda querer saber um método eficaz para atingir o orgasmo em simultâneo com a sua parceira. Você pode saber tudo isto perguntando, e isso já foi feito por si.

Qual é a sensação do orgasmo para as mulheres?

Pedimos a várias mulheres que descrevessem aquilo que sentem quando atingem um orgasmo. Esta questão pode parecer simples de responder, até elas tentarem traduzir o sentimento em palavras. As palavras não são suficientes para descrever um sentimento tão massivo e tão forte. As respostas que aqui lhe deixamos resumem aquilo que as mulheres tentaram expressar em relação aos seus orgasmos e as sensações que provocam:

Uma das mulheres precisa de fantasiar uma situação que ela detestaria que acontecesse na vida real. Ela tem de se concentrar nessa fantasia para atingir o orgasmo. Uma dessas fantasias envolve o seu parceiro a seduzir uma rapariga aleatória num bar e a participar numa orgia de sexo oral com duas pessoas. Ela tem de se concentrar bastante para tentar sentir aquilo que a outra rapariga está a sentir.

Uma das mulheres admite que só consegue atingir o orgasmo quando está completamente excitada. Esta mulher também tem de se concentrar. Ela acrescenta que é o sexo oral que normalmente a leva ao clímax.

Outra mulher sublinha este fato, admitindo que os seus orgasmos favoritos resultam de sexo oral. Ela experiência uma sensação aguda no clitóris e tudo o resto parte daí em crescendo. Por vezes ela sente vários espasmos intensos imediatamente seguidos por nada. Outras vezes esses espasmos dão lugar a outros espasmos menos intensos.

Uma outra mulher acrescenta que o clitóris deve o ser o centro, a partir do qual se constrói essa poderosa sensação de prazer. Uma vez atingido o orgasmo, ela afirma que o clitóris parece que vai explodir. A isso seguem-se espasmos no topo, e numa nota pessoal acrescenta que o seu cérebro é inundado por impulsos que não consegue compreender.

Uma das mulheres faz uma descrição mais complexa. Ela descreve dois tipos diferentes de orgasmos que costuma atingir, o do clitóris e o vaginal. Ela descreve o orgasmo vaginal como uma sensação de dor prazenteira que cresce até ela não aguentar mais. Quando comparado com o orgasmo do clitóris, mais concentrado e focado, o orgasmo vaginal parece atingir um nível mais geral.

Atingir orgasmos múltiplos

Você pode perguntar por que razão é que alguém há-de querer atingir orgasmos múltiplos. Uma das respostas é: porque pode. Outra resposta é: é mais divertido do que ter só um. Sim, embora as mulheres carreguem o fardo da gravidez, tenham de lidar com os períodos mensais ou de usar saltos altos para parecerem bonitas, elas foram realmente abençoadas com a capacidade de atingirem orgasmos múltiplos. Os homens tendem a arrefecer logo após o orgasmo, ao contrário das mulheres, onde este processo é muito mais lento. Este arrefecimento lento permite que as mulheres voltem a atingir o clímax, se elas souberem como.

Conhecer a “impressão digital” do seu orgasmo

Os orgasmos funcionam normalmente da mesma maneira para a mesma pessoa, mas apresentam diferenças notórias que dão lugar aquilo que os especialistas chamam a “impressão digital” do orgasmo de um individuo. Uma das teorias afirma que as mulheres têm dois nervos que ditam o tipo de orgasmo que vão experienciar. O orgasmo do clitóris é alimentado pelo nervo podendo, e orgasmo vaginal ou da parede frontal parte do nervo pélvico. Mas os dois nervos sobrepõem-se na espinha dorsal, e isto explica a existência de orgasmos mistos ou simultâneos.

A capacidade de experienciar orgasmos múltiplos e orgasmos vaginais é influenciada por vários fatores. A força do músculo PC e a sensibilidade do ponto G determinam grande parte desta capacidade. É igualmente importante que esteja disposto a experimentar métodos de estimulação diferentes na provocação do orgasmo. Regra geral, a probabilidade de atingir orgasmos múltiplos depende do número de métodos que a levam a atingir o orgasmo, como a penetração, a masturbação ou o sexo oral.

Faça os exercícios Kegel

Os exercícios Kegel ajudam a bombear sangue para a região pélvica, um fator importante na etapa da estimulação sexual. Os exercícios Kegel garantem-lhe contrações mais fortes. Contrações mais fortes levam a orgasmos mais numerosos e intensos. Além disso, os exercícios Kegel são os exercícios de rotina mais simples que podem existir, dão algum prazer e podem ser feitos em qualquer altura e em qualquer sítio. Ninguém vai saber a não ser você. Uma simples contração desses músculos durante dois segundos, vinte vezes e três vezes ao dia é tudo o que precisa para atingir orgasmos intensos.

Vá alternando

O tipo de estimulação, claro. Tal como já foi dito, existem basicamente dois tipos de orgasmos que requerem estimulações diferentes, e a capacidade de voltar ao clímax aumenta as suas hipóteses de atingir o orgasmo várias vezes. Comece pela estimulação do clitóris, passe para a vaginal, e volte ao clitóris. Vá alternando as vezes que conseguir.

Aprenda a atrasar o orgasmo

Conhecido como atingir o pico, isto implica chegar ao ponto máximo e obrigar-se a voltar atrás para tornar a atingir o pico. Este método ajuda-a a manter um nível de excitação elevado durante um longo período de tempo. O total domínio desta técnica vai permitir-lhe atingir uma de duas situações, ou mesmo as duas: entrar nessa zona orgásmica durante um longo período de tempo ou ser varrida por várias ondas de prazer orgásmico.

Conheça os sinais que anunciam o seu orgasmo

Tal como acontece na rotina do sono, o seu cérebro reconhece algumas ações como sinais de preparação para algo. Se você escova os dentes antes de ir para a cama o seu cérebro reconhece esta ação como um sinal para sentir sono. O cérebro funciona de maneira semelhante com o sexo e com o orgasmo. Aprenda o que a leva ao orgasmo e a próxima vez que isso acontecer o seu cérebro vai preparar-se para o orgasmo.

Orgasmos em simultâneo

Embora os orgasmos simultâneos sejam bastante raros eles não são impossíveis. A raridade desta maravilhosa experiência depende da diferença que existe entre o orgasmo masculino e feminino, envolvendo tanto o tipo de estímulo recebido como o tempo decorrido. Como é lógico, o casal pode conseguir isto se o homem atingir o orgasmo de forma mais lenta e a mulher de forma mais rápida. Mas é mais fácil explicar isto do que faze-lo.

Uma forma de fazer “batota” e contornar isto é levar o homem a atingir o orgasmo primeiro, e utilizar o segundo orgasmo para conseguir o orgasmo simultâneo. Para os homens, o segundo orgasmo é mais fácil de controlar. As sessões de treino para atingir o pico são essenciais para uma mulher nesta situação. Se você se mantiver no topo até o seu parceiro estar pronto para o segundo orgasmo, será fácil coordenar o orgasmo de forma simultânea.

A vossa aventura pelo orgasmo simultâneo pode ser encarada como uma diversão e não como uma tarefa intimidante. Experimente coisas diferentes e veja o que funciona e o que não funciona. Se não se sentir suficientemente aventureira para experimentar algumas das técnicas, procure métodos alternativos. O caminho pode ser longo e duro, mas a recompensa é tão gratificante que nenhum de vocês se vai cansar de a percorrer uma e outra vez.